As profissões e seus principais riscos

03/03/2017

Como todos sabem, a realização de quaisquer atividades profissionais envolve riscos, sendo que, em alguns casos, esses riscos podem ser mais graves e em outros menos graves. Todavia, mesmo quando há utilização de todos os equipamentos de segurança, bem como da observação de todas as normas previstas, o fato é que, mesmo assim, atingir 100% de segurança é algo praticamente impossível.

É por essa razão que se faz necessária a aplicação e o desenvolvimento de cursos, estudo, capacitação e treinamento para que o profissional esteja apto a exercer suas funções profissionais da forma mais segura possível.

Vale destacar também que, além dos riscos psicológicos e físicos, há também a existência dos riscos biológicos e químicos quando o profissional tem de se expor a determinadas situações e substâncias.

 

Bunzl_AR_120126_370

Bombeiros estão suscetíveis a acidentes decorrentes da própria natureza da função.

 

Abaixo, preparamos uma lista com algumas das profissões mais perigosas do mundo, bem como seus riscos. Confira!

• Adestrador: risco eminente de mordidas e infecções do contato com animais.

• Agricultor: risco da realização da atividade em ambiente hostil, com perigos que variam do manuseio de ferramentas e substâncias químicas ao contato com animais peçonhentos ou selvagens.

• Bombeiro: risco de acidentes decorrentes da própria natureza da atividade.

• Perfurador de poços: risco de explosões, contato com substâncias químicas, entre outros.

• Policial militar: risco de diversos tipos de acidentes decorrentes da própria natureza da profissão.

• Operador de moto-serra ou serra elétrica: risco eminente de acidentes do manuseio dessas ferramentas.

• Pedreiro: riscos diversos como, por exemplo, quedas, perfurações, contato com substâncias tóxicas, choques elétricos, entre outros.

• Técnico de segurança do trabalho: Direcionar através de parecer técnico, sobre os riscos exigentes nos ambientes de trabalho, bem como orientá-los sobre as medidas de eliminação e neutralização.

• Trabalhadores que atuam suspenso por cordas, guindastes, andaimes ou similares: risco eminente de quedas.

• Trabalho em serralheria e serraria: risco de acidentes envolvendo perfurações e cortes do manuseio de ferramentas de corte.

Esteja sempre protegido com EPIs de qualidade!


Fique por dentro

A PROT-CAP mantém você sempre informado, trazendo as últimas notícias do mercado de EPIs e também as principais informações técnicas do segmento. Acompanhe: